sábado, 1 de dezembro de 2012

Petição: Respeito e Dignidade para as Populações da Periferia de Manaus-AM


ASSINE A PETIÇÃO!
 Respeito e Dignidade para as Populações da Periferia de Manaus-AM







Com este post gostaríamos de chamar sua atenção para a situação de vulnerabilidade e desvantagem das populações periféricas da cidade de Manaus-AM. Solicitamos, encarecidamente, que assine a petição criada com a finalidade de garantir direitos sociais fundamentais àquela população. Pedimos também que envie esta petição aos seus contatos, orientando-os a fazer o mesmo. É fácil, rápido e eficaz. Sua assinatura é uma poderosa ferramenta para a construção de um mundo cada vez melhor. Participe! Divulgue! Ajude a construir o futuro que todos nós queremos!

Texto da Petição:

Respeito e Dignidade para as Populações da Periferia de Manaus-AM

Assine esta petição no Site da Avaaz.Org para que pessoas em situação de vulnerabilidade ou desvantagem tenham acesso a serviços de saneamento básico e de saúde de qualidade, programas socioambientais com geração de renda, coleta, seleção e reciclagem de materiais, transporte público com preço mais acessível e ampliação da rede de ensino básico, fundamental, médio e superior com cursos profissionalizantes avançados que garantam sua sustentabilidade com base em direitos sociais fundamentais.




Assine a Petição!  


Porque isto é Importante?
Somos um grupo de estudantes universitários que trabalha voluntariamente em comunidades em situação de vulnerabilidade ou desvantagem. Estivemos na cidade de Manaus entre 26 de junho e 26 de julho de 2012 em resposta ao diagnóstico de campo realizado em janeiro de 2012, desenvolvendo atividades socioculturais e socieducativas em um dos lugares mais vulneráveis da periferia de Manaus: o Bairro Crespo. Em nossos trabalhos constatamos total e absurdo descaso em relação ao bem estar e segurança da população e estamos solicitando que você ajude a alcançar condições dignas de habitação, saneamento, saúde, transporte, educação e formação profissionalizante à população de baixa renda.
As pessoas têm vivido em meio a um monte de lixo e entulho que produz uma sensação de estar sobre um enorme aterro sanitário. Apesar de possuir escola pública, posto médico e uma concentração comercial diversificada, a população sofre demais com a baixa infraestrutura que, há mais de 100 anos, tem sido nota zero em serviços de saneamento básico e saúde, elevando índices de doenças infectocontagiosas e infectoparasitárias a níveis assustadores.
Não há vagas escolares e creches para todas as crianças, o que produz ociosidade, marginalização e severo atraso na vida escolar, profissional e cidadã desta geração. O custo de vida é elevadíssimo e a oferta de trabalho e emprego com carteira assinada é incrivelmente limitada, havendo demissões em massa no polo industrial na Zona Franca de Manaus. 
O transporte público custa muito caro à população e não condiz com a realidade econômica da periferia. Os índices de violência são elevadíssimos e muitos estão perdendo a vida futilmente em meio ao caos urbano e a um sistema de trânsito completamente desorganizado.
Os igarapés estão totalmente poluídos e alguns lugares parecem aterros sanitários devido ao enorme volume de lixo lançado neles todos os dias. As obras do Prosamim, que objetiva remover as palafitas dos igarapés e transferir as famílias para áreas seguras, estão praticamente paradas em vários lugares. 
Muitas pessoas que já receberam o benefício reclamam da baixa qualidade dos serviços prestados pelo programa e muitas pessoas que perderam o pouco que tinham com a última cheia do Rio Negro estão empilhadas umas sobre as outras em casas de familiares, nas florestas e em outros lugares improvisados.
Em meio a esta situação estamos procurando levar esperança, paz e alegria a uma população ignorada e exausta pelo constante sofrimento. Estamos procurando desenvolver diversas atividades socioculturais e socioeducativas com as crianças, adolescentes, jovens e seus familiares, levando amor e atenção a todos os lugares onde estamos conseguindo chegar.
Fizemos uma campanha comunitária a fim de disseminar a educação para a sustentabilidade através do ensino sobre coleta, seleção e reciclagem de materiais, defesa e preservação dos recursos naturais e cuidados com a higiene pessoal, familiar e comunitária, objetivando uma relação mais saudável, agradável e permanente do ser humano com o meio ambiente e seus ecossistemas.
Convidamos você a participar conosco deste grande desafio! Ajude a garantir direitos sociais fundamentais à população em situação de vulnerabilidade ou desvantagem! Temos total convicção de que o bem estar, a segurança e a saúde desta população está nas mãos de cada um dos brasileiros e brasileiras e nas mãos de cada integrante da comunidade internacional que, juntos, irão mudar a realidade de gente tão sofrida e necessitada como a Comunidade do Crespo. Vamos fazer do mundo aquilo que nós queremos! 

Assine já esta petição! 


Veja Também:
O Futuro que Nós Queremos: http://www.youtube.com/watch?v=_DjmI13121U

Participe deste Projeto!

Ajude a Construir o Futuro que Nós Queremos!