domingo, 31 de março de 2013

Documentário: À Sombra de um Delírio Verde


“À Sombra de um Delírio Verde” 
(The Dark Side of Green)


Na região Sul do Mato Grosso do Sul, fronteira com Paraguai, o povo indígena com a maior população no Brasil trava, quase silenciosamente, uma luta desigual pela reconquista de seu território.




Expulsos pelo contínuo processo de colonização, mais de 40 mil Guarani Kaiowá vivem hoje em menos de 1% de seu território original.
Sobre suas terras encontram-se milhares de hectares de cana-de-açúcar plantados por multinacionais que, juntamente com governantes, apresentam o etanol para o mundo como o combustível "limpo" e ecologicamente correto.
Sem-terra e sem floresta, os Guarani Kaiowá convivem há anos com uma epidemia de desnutrição que atinge suas crianças.
Sem alternativas de subsistência, adultos e adolescentes são explorados nos canaviais em exaustivas jornadas de trabalho.

Nísio Gomes, Cacique Guarani Kaiowá (assassinado)

Na linha de produção do combustível limpo são constantes as autuações feitas pelo Ministério Público do Trabalho que encontram nas usinas trabalho infantil e trabalho escravo.
Em meio ao delírio da febre do ouro verde (como é chamada a cana-de-açúcar), as lideranças indígenas que enfrentam o poder que se impõe muitas vezes encontram como destino a morte encomendada por fazendeiros.

À Sombra de um Delírio Verde
Tempo: 29 min
Países: Argentina, Bélgica e Brasil
Narração: Fabiana Cozza
Direção: An Baccaert, Cristiano Navarro, Nicolas Muñoz

A Produção
“À Sombra de um Delírio Verde” (The Dark Side of Green) é uma produção independente realizada sem recursos públicos, de empresas ou do terceiro setor. Trabalharam de forma associada a repórter televisiva belga An Baccaert, o jornalista brasileiro Cristiano Navarro e o repórter cinematográfico argentino Nicolas Muñoz.
O filme começou a ser rodado nas aldeias da região sul do Mato Grosso do Sul, em abril de 2008, e contou com apoio logístico da Associação de Professores Guarani Kaiowá e das ONG’s Conselho Indigenista Missionário (CIMI) e Foodfirst Information & Action Network (Fian International). Sua finalização, feita de maneira “quase artesanal”, foi concluída em janeiro de 2011.
A maior parte das informações apuradas nas comunidades, com órgãos públicos e com associações de produtores rurais fazem parte dos trabalhos de investigação que Navarro desenvolve desde 2002.
Sete músicas de fundo foram compostas especialmente para o documentário por Thomas Leonhardt. O grupo de hip-hop “Bro’w”, que canta a música “No Yankee”, é formado por jovens Guarani Kaiowá de comunidades das aldeias de Dourados, Mato Grosso do Sul.
A narração do documentário em português foi feita pela cantora sambista Fabiana Cozza. O documentário também possui narrações em espanhol, francês, inglês e holandês.
Mais do que concorrer em festivais, apresentando o trabalho, os produtores do filme têm como expectativa utilizar o documentário para fazer uma denúncia internacional sobre a grave situação em que vive o povo Guarani Kaiowá, apoiando assim a sua luta pela reconquista de seu território tradicional.

Veja Também:


Recursos disponíveis na língua Guarani Kaiowá
➴➳➶➳➴➳➶➳➴➳➶➳➴➳➶➳➴ ➳➶➳➴➳➶

Assistir ao Filme Jesus em Guarani Kaiowá

Clique no vídeo para assistir aqui


Ler a Bíblia em Guarani Kaiowá

Use barra de rolagem para ler aqui


Baixe, Leia, Ouça, Compartilhe Recursos em Áudio Guarani Kaiowá  
10.           Palavras de Vida em Kaiowá
11.           Baixar o módulo de telefone celular para MySword (Android)
12.           Baixar o Novo Testamento (PDF)
13.           Comprar a partir de “Virtual Storehouse”: Novo Testamento
14.           Estudo no “Bibles.org”
15.           Ler no YouVersion.com
16.           Ler o Novo Testamento (PDF)
17.           Link para audio recordings: Global Recordings Network
18.           Link para linguagens da Argentina: mapa
19.           Link para linguagens do Brazil: mapa
20.           Ver o filme JESUS

Participe desse Projeto!
Ajude a Construir o Futuro Que Nós Queremos!