Mostrando postagens com marcador Amazonas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Amazonas. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020

Artigo: Importância da Amazônia (Conhecimento Científico)

Amazônia
Importância, riscos e curiosidades

Em 1950, o governo brasileiro criou o conceito de Amazônia Legal, o que abrangeu quase 5 milhões de quilômetros quadrados (dois terços do país) com o objetivo de desenvolver e integrar a região por meio de incentivos fiscais. 
A Amazônia Legal situa-se nos estados do Pará, Rondônia, Acre, Amapá, Tocantins, Mato Grosso e Amazonas, além de grande parte do Maranhão. A floresta amazônica abrange 40% do território brasileiro e também algumas porções dos territórios da Bolívia, Suriname, Guiana Francesa, Equador, Venezuela, Guiana e Colômbia.
Cientificamente, ela é chamada de floresta latifoliada equatorial por apresentar uma vegetação com folhas largas e grandes e ser localizada próxima a região do Equador.

Amazônia e sua importância
Há muito tempo, a Amazônia é reconhecida como uma grande fonte de reservas naturais e um grande repositório de serviços ecológicos, sendo útil e importante não somente para as comunidades locais e indígenas que ali vivem, mas também como fonte de recursos para o mundo inteiro.
A Amazônia é uma das poucas florestas tropicais preservadas no mundo. Sua biodiversidade é estudada por pessoas do mundo inteiro, porém, à medida que as queimadas nas florestas vão ocorrendo, juntamente com o processo de desmatamento da própria Amazônia, os processos ecológicos que ali acontecem vão sendo destruídos.
A Amazônia constitui-se no maior bioma do Brasil: um território de 4,196.943 milhões de quilômetros quadrados (IBGE, 2004) com 2.500 espécies de árvores (um-terço de toda a madeira tropical do mundo) e 30 mil espécies de plantas (das 100 mil da América do Sul), o que traz à tona sua grande importância.
  
Floresta Amazônica

O conjunto de ecossistemas interligados pela floresta amazônica é chamado de domínio ecológico amazônico, que abrange Brasil, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Bolívia e Guiana, estendendo-se por 6,9 milhões de quilômetros quadrados.
Cerca de 30% das espécies existentes do planeta se localizam no bioma amazônico, sendo portanto, o mais biodiverso de todos os biomas. No Brasil, mais de 30 mil espécies de plantas, 1,3 mil espécies de aves, 311 espécies de mamíferos, 163 espécies de anfíbios e 1,8 mil espécies de peixes são abrigados na Amazônia. Entre eles estão: Boto, Harpia, Pirarucu, Onça, Suçuarana, Jaguatirica, Jabuti, Ariranha, Tucano e Jiboia.

O grande bioma

Eventualmente, se vê através dos noticiários cada vez mais casos de desmatamentos. Portanto, o futuro da Amazônia está correndo risco. Isso se dá devido às diversas atividades predatórias, como a extração da madeira, a mineração e conversão da floresta amazônica em pastagens para o gado e agricultura.
Entretanto, mesmo que os esforços pela Amazônia estejam acontecendo a perda anual da cobertura florestal permanece em níveis alarmantes. Como resultado, pode ocorrer uma turbulências nas mudanças climáticas da Amazônia que podem influenciar negativamente na redução das chuvas e no aumento das secas. Como resultado, haverá um grande impacto na biodiversidade da região e até nas mudanças climáticas que envolvem o mundo inteiro.
Apesar dos riscos, uma boa notícia é que 80% da floresta amazônica original permanece praticamente intacta. Por isso, ainda há chance de cuidar desse patrimônio de imenso valor para toda a humanidade.

Fogo no Amazonas

Curiosidades sobre a Amazônia

·         Os cientistas calculam que ela exista há, pelo menos, 55 milhões de anos. 
·         Cerca de 400 bilhões de árvores de 16 mil espécies diferentes crescem na floresta. 
·         Existem formigas na Amazônia — do gênero Polyergus — que não só atacam colônias vizinhas como também capturam as inimigas e as levam como escravas. 
·         Há borboletas na Amazônia que bebem as lágrimas das tartarugas da espécie Podocnemis unifilis. 
·         Estima-se que 20% do oxigênio do mundo seja produzido pela Floresta Amazônica.
·         Os primeiros habitantes da floresta amazônica começaram a ocupar a região há, pelo menos, 11,2 mil anos.
·         Existe uma teoria de que a Amazônia seria um enorme pomar deixado por uma antiga civilização que floresceu na região há quase 3 mil anos.
·         Acredita-se que a Amazônia sirva de lar para 2,5 milhões de espécies de insetos e, desses, mais da metade vive nas copas das árvores. 
·         Ainda existem tribos indígenas isoladas e que nunca tiveram contato com civilizações modernas vivendo na Amazônia.
·         A areia do Deserto do Saara é levada pelo vento até a Amazônia — onde é depositada e recarrega os minerais e, assim, ajuda a fertilizar a floresta.

Izis Sousa, 06 de fevereiro de 2020 às 06:00
Fontes: Ecycle, OrgBr, MMA, WWF, MegaCurioso
Imagens: Teatur
(Texto revisado e corrigido por PLVMA)